Oseias, Amós e Mateus: “Eu quero misericórdia e não sacrifício”.

OSEIAS CAPÍTULO 6, VERSÍCULO 6 DIZ:

 6 Pois eu quero amor e não sacrifícios, conhecimento de Deus mais do que holocaustos.

AMÓS CAPÍTULO 5, VERSÍCULOS  21 A 23 DIZ:

21 Aborreço, desprezo as vossas festas, e não me deleito nas vossas assembleias solenes.

22 Ainda que me ofereçais holocaustos, juntamente com as vossas ofertas de cereais, não me agradarei deles; nem atentarei para as ofertas pacíficas de vossos animais cevados.

23 Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos, porque não ouvirei as melodias das tuas liras.

MATEUS CAPÍTULO 9, VERSÍCULO 13 DIZ:

13 Aprendam, pois, o que significa: ‘Eu quero a misericórdia e não o sacrifício’. Porque eu não vim para chamar justos, e sim pecadores.

COMENTÁRIO DAS TRÊS LEITURAS ACIMA

O profeta Oseias aqui é bem claro: sacrifícios, ou seja, cultos, celebrações sem amor não agrada a Deus.

No grande momento celebrativo dos judeus ocorria sacrifícios e holocaustos. Celebração comunitária, mas faltava uma espiritualidade que os levasse a misericórdia. Isto esta claro na profecia de Amós.

Jesus no evangelho está praticamente dizendo o mesmo. Celebrar, celebrar, celebrar, e perder de vista a mudança profunda de cada pessoa é o que mais ocorre na maioria das práticas religiosas.

 

Referência Bibliográfica:
O texto foi tirado do livro: A Força da Oração, Mística e Espiritualidade de autoria de Pe. Emanuel Cordeiro Costa. Pagina 74-75. Fundação Biblioteca Nacional – Registro: 512.640 – Livro 971 Folha: 477.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *