MÉTODO DE ORAÇÃO CENTRANTE DE DOM THOMAS KEATING

“A raiz da Oração Centrante é escutar a palavra de Deus nas Escrituras (*Lectio Divina).”

“A Oração Centrante se baseia na palavra de sabedoria de Jesus no Sermão da Montanha… Quando orares, entra em teu aposento interior, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo. E teu Pai, que vê no segredo, te recompensará Mt 6,6 “.

VEJA O ROTEIRO DO MÉTODO: 

  • Escolha uma palavra sagrada (ou palavra de amor) como símbolo de sua intenção de dar *assentimentos à presença e à ação interior de Deus.
  • Sentado confortavelmente, com os olhos fechados, aquiete-se brevemente e, silenciosamente, comece a repetir a palavra sagrada com símbolo de seu assentimento à presença e à ação Deus em você.
  • Quando se sentir envolvido por pensamentos, volte muito suavemente à palavra de amor.
  • Ao final do período de oração, permaneça em silêncio, com os olhos fechados, por uns dois minutos.

BREVE EXPLICAÇÃO DO ROTEIRO

PALAVRA 

  • Quanto a escolha de uma palavra sagrada:

Ela deve ser uma palavra de uma ou duas sílabas, tais como: Deus, Senhor, Jesus, Abba, Pai, Mãe, Maria, Amém, *Shalom.

Outras possibilidades incluem: Amor, Ouça, Paz, Misericórdia, soltar, silêncio, Quietude, Fé, Confiança.

  • Um simples olhar interior para a Presença Divina ou atenção à respiração, pode ser mais adequado para algumas pessoas do que a palavra de amor.
  • A palavra escolhida é sagrada não por seu significado próprio, mas pelo significado que lhe conferimos como expressão de nossa intenção de dizer “sim” a Deus.
  • Uma vez escolhida uma palavra de amor, não devemos mudá-la durante o período de oração, pois isto desencadearia pensamentos.

POSIÇÃO CONFORTÁVEL 

  • Sentar-se confortavelmente significa com relativo conforto – de forma não encorajar o sono durante o tempo de oração.
  • Qualquer que seja a posição de sentar escolhida, devemos manter a coluna ereta.
  • Fechamos os olhos como símbolo de nosso desligamento do que está acontecendo em volta e dentro de nós.

 TEMPO 

  • O tempo mínimo para esta oração é de 20 minutos.
  • São recomendados dois períodos cada dia, um logo ao despertar e outro à tarde ou no início da noite.

Quanto a possíveis sintomas físicos durante a oração: 

  • Podemos sentir dores leves, comichão ou contrações em várias partes do corpo, ou uma agitação generalizada. Isto em geral se deve ao desatamento de nós emocionais no corpo.
  • Podemos também experimentar sensações de peso ou de leveza nas extremidades. Isto se deve, usualmente, ao aparecimento do nível de atenção espiritual.
  • Em qualquer caso, não devemos prestar atenção, e muito suavemente retornar à palavra sagrada.

Quanto aos pensamentos poderão surgir vários tipos:

  • Divagação da imaginação ou da memória.
  • Pensamentos e sentimentos que despertam atrações ou aversões
  • Percepção súbitas insights psicológicos.
  • Auto-observações do tipo “como estou indo?” ou esta paz é maravilhosa!”
  • Pensamentos e sentimentos derivados da liberação de material do inconsciente.
  • Quando envolvido por qualquer um desses pensamentos, retorne muito suavemente à palavra de amor.

 

Referência Bibliográfica:
O texto foi tirado do livro: A Força da Oração, Mística e Espiritualidade de autoria de Pe. Emanuel Cordeiro Costa. Pagina 86-87. Fundação Biblioteca Nacional – Registro: 512.640 – Livro 971 Folha: 477.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *