Regional 2 da Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano realiza assembleia avaliativa

Aconteceu neste sábado, 2 de setembro de 2017, na ARPAS, João Monlevade, a Assembleia Avaliativa de Catequese, da Região Pastoral II. Participação de 60 catequistas entre representantes das Assembleias Paroquiais e Equipe Regional de Animação Catequética. Presença do assessor Regional de Catequese, Pe. Marcos Rosa e do Vigário Episcopal, Pe. Carlos Jorge Teixeira.

Este é o ano de avaliar a caminhada da catequese na comunidade/paróquia/regional/diocese…  Período 2012-2016, queremos perceber o que foi colocado em prática das diretrizes Diocesanas da Catequese e quanto ainda precisamos avançar A mesma aconteceu de 8h as 12 h e foi momento forte de reflexão, revisão da caminhada e reconhecimento de avanços na caminhada regional a partir da Assembleia 2012.

Momentos fortes da Assembleia. A oração  de abertura, momento orante ,recordar a caminhada, trouxemos a memória de Efigeninha, apresentamos  as expectativas, os catequistas plantaram sementes em uma floreira como compromisso coma Palavra e a caminhada Catequética e no momento de envio a mesma foi regada pelo assessor e entregue a Coordenadora da ERAC, Ana Maria de Sena , para ser cuidada até a assembleia diocesana, onde se espera que esteja florida…

Pe. Marcos Rosa apresentou a visão geral de nossa catequese regional pelos dados colhidos on line através do Site da Animação Bíblico Catequética da Diocese. Pe. Jorge refletiu o texto iluminador da assembleia, 1 Cor 12, 12-26.  Em sua fala destacou a importância da catequese na vida da Igreja e o quanto a Equipe de Animação Catequética regional tem feito um trabalho diferencial, formando, orientando, apoiando as paróquias e buscando a unidade e compromisso no seguimento das Diretrizes Diocesanas sem deixar de levar em conta a diversidade presente em nossas realidades eclesiais. Fez uma dinâmica interessante para ajudar a assembleia entender o porquê é importante caminhar em sintonia.

Ana Maria, coordenadora regional fez um breve histórico da caminhada até então, correlacionando com os relatórios vindos das paróquias, frutos das assembleias paroquiais e em seguida dividiu a assembleia em 5 grupos contemplando todas as paróquias presentes para discutir a nível regional a aplicabilidade, dificuldades e avanços quanto às diretrizes 2012-2016 e o Plano de evangelização diocesano quanto às prioridades: Família e missão e os clamores: Juventude, Pastorais Sociais e Meio ambiente.

De modo geral percebe-se que todos tem conhecimento das Diretrizes e aos poucos gradativamente elas vão sendo implantadas, o grande desafio ainda é a família em um novo contexto.  Falta de: lideranças, dificuldades em financiar a formação dos catequistas, coragem, informação, comunicação, interesse do catequista, compromisso com a Igreja, acolhida, avaliação, repasse dos encontros, coordenação… Comodismo, Fragmentação da catequese (batismo, eucaristia, crisma, Pastoral Familiar etc.), poucas paróquias tem conseguido implantar a IVC devido a esta fragmentação e estrutura eclesial…

A Escola de Atualização Catequética Diocesana tem papel fundamental nas mudanças a serem implantadas, os (as) catequistas formadas ampliam os olhares, ficam mais motivados e se tornam multiplicadores e formadores nas comunidades fortalecendo o trabalho da ERAC. Temos como meta aos poucos em uma catequese Cristocêntrica, mistagógica e querigmática o verdadeiro mergulho da fé em Jesus Cristo a todos os iniciados.

Há experiências positivas: avaliações periódicas, Projeto Pós- Crisma- PJ, diagnóstico de interesse dos catequistas, vida de oração, testemunho, aprendizado, engajamento em outras pastorais, visitas aos doentes, participação em ações sociais convivência familiar, diálogo com os padres.

Desafios continuam, mas há consciência de que fazer de nossas paróquias Casas de Iniciação a Vida Cristã depende de muito de nossa conversão pessoal e pastoral e de um compromisso de toda Diocese…

Como Coordenadora Regional avalio muito positivamente a assembleia em todo seu processo e agradeço a participação de todos na construção da mesma. Momentos lindos de se viver é ver cada um dando melhor de si para somar e fazer acontecer da melhor forma possível.

Rumo a Assembleia Avaliativa Diocesana estamos conscientes de nossas capacidades e limitações e, no meio da nossa diversidade, unidos nos projetos comuns rogamos ao Senhor da Messe, que em tuas mãos Senhor sejamos um.


Ana Maria de Sena- Coordenadora da ERAC- Regional II

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *