Número 8 – Sugestão Telepática – Doente e médico e a dramatização da filha morta.


Introdução.

Apresento a você internauta neste artigo mais um exemplo de sugestão telepática. Este exemplo é citado pelo parapsicólogo Pe. Oscar Quevedo em seu livro A Face Oculta da Mente, citado também por Benjamim Bossa no livro Parapsicologia – O poder da mente e os mistérios da vida e citado por outro estudioso do assunto Pe. Raimundo Elias Filho no livro Mistério do Aquém e do Além à luz da parapsicologia. É um exemplo interessantíssimo cuja a explicação do mesmo nos faz entender bem a sugestão telepática. Caso o internauta tenha dúvidas sobre a sugestão telepática está convidado a ler os artigos anteriores sobre a temática especialmente o de número 5.

Exemplo
“O Dr. Mittchel S. Weur de Filadélfia, estava já dormindo, certa noite, quando foi acordado pela campainha da porta de entrada. Levanta-se, abre a porta e encontra uma menina desolada que lhe diz: ‘Minha mãe está muito doente, doutor. Rogo-lhe que venha, por favor’.

Era uma noite de inverno, a neve caía a turbilhões e soprava um vento glacial. O doutor se agasalha e segue a menina. Encontra a mãe gravemente doente de pneumonia. Depois de prodigar-lhe seus cuidados, antes de despedir-se felicita a mãe pela filha tão inteligente e corajosa que tem. Responde a mulher: ‘Minha filha morreu, faz já um mês. Suas botas e seu sobretudo estão neste armário.’

Abrindo o armário, o doutro vê as roupas que vestia a menina que o chamara. Estavam secas e à temperatura ambiente, não podiam ter estado uns minutos antes expostas à neve e ao ar gelado na noite”. (QUEVEDO, 2003, p. 375).

Explicação do exemplo
Os três autores que citam o fato, Pe. Oscar Quevedo, Benjamim Bossa e Pe. Raimundo dão a explicação do fato dentro da visão da corrente de Parapsicologia ligada a escola de Pe. Quevedo. Aqui passo a explicação desse fato.

“Aparece clara a telebulia, talvez só inconsciente, da viúva que se encontra gravemente doente e sozinha: ‘Se ao menos estivesse aqui a minha filhinha para ir chamar o médico…!’

De fato, o médico captou esta telebulia, perfeitamente dramatizada e completada.

A mensagem telepática, no caso, gozou de boas condições pela emotividade e pelo estado psicofisiológico todo especial da agente, assim como pelo sono do percipiente. Devemos levar em conta também o inconsciente do médico teria já ficado de sobreaviso, ao se deitar, com receio de que algum doente precisasse de seus auxílios profissionais justamente em uma noite tão desagradável como aquela.

O doutor comprovou na volta da casa da doente que não existiam as pegadas da menina na neve. A esposa e a empregada não ouviram a campainha (os efeitos físicos são raros, trata-se, em geral, unicamente de projeção alucinatória). O mesmo devemos dizer das roupas: nem saíram do armário, nem foram materializadas! ‘Tudo foi dramatização inconsciente da mãe doente completada pelo inconsciente do doutor”. (QUEVEDO, 2003, p. 375).

Este caso de Sugestão Telepática foi usado como adorno a dramatização a menina morta.

Conclusão
Nestes últimos artigos publicados no Site Emana & Parapsicologia, sobre os Fenômenos Paranormais de Conhecimento, destaquei os de Psigamma, ou seja, de Percepção Extra-sensorial. Entre eles Clarividência e Telepatia. Procurei mostrar Classificação ou Divisão prática da telepatia. Esta classificação ou divisão pratica da telepatia em cinco partes: 1) Adivinhação do Pensamento, 2) Transmissão do Pensamento, 3) Telepatia sobre o Inconsciente Excitado (TIE), 4) A Sugestão Telepática (ST) e 5) Subjugação Telepsíquica ou Hipnose Telepática (HT).

Como já disse em publicação de outros artigos que minha Formação de Parapsicólogo, tanto clínico como de pós-graduação, é do Sistema Grisa. Nos artigos aqui publicados, especialmente os últimos tenho apresentado os temas na visão da Escola de Parapsicologia de Pe. Oscar Quevedo.

Mesmo sabendo do valor, riqueza e grandeza do Sistema Grisa e procurando sempre o valorizar não me prendo exclusivamente a esta escola, procuro mesmo nas diferenças que as outras escolas têm, valoriza-las e apresentar também suas pesquisas e estudos que são valiosos para aprender e aprofundar ainda mais nosso conhecimento de parapsicologia.

Maior aprofundamento dos Fenômenos Paranormais de Conhecimento, sugiro ao leitor que leia o livro A Face Oculta da Mente, de Pe. Oscar Quevedo. O que apresentei aqui foi uma síntese de alguns desses fenômenos como este de Sugestão Telepática entre a doente e o médico, cheio de adorno e dramatização de uma menina morta, filha de uma mãe que se encontra doente. Nos próximos artigos apresentarei outros tipos de Fenômenos.

Referencias Bibliográfica
QUEVEDO, Oscar G. A Face Oculta da Mente. 19ª edição. Editora Loyola, São Paulo – SP, 2003.
BOSSA, Benjamim. Parapsicologia – O poder da mente e os mistérios da vida. 3ª edição. Edições Loyola, São Paulo – SP, 1997.
FILHO, Pe. Raimundo Elias. Mistérios do Aquém e do Além à Luz da Parapsicologia. 2ª edição, Editora Paulus, São Paulo – SP, 2003.

Autor: Pe. Emanuel Cordeiro Costa
Parapsicólogo Clínico – SINPASC – 409.
Especialização – Lato Sensu em:
Orientação Parapsicológica Social e Institucional
Pela FAVI – Faculdade Vicentina – Curitiba – PR.
– Psicoterapia Holística: Hipnose –
Terapeuta Holístico Credenciado – CRT 48326
– Paroquia Cristo Libertador
Ipatinga – MG – 09/06/18

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *