Os Juízes – Bíblia nº 19

Hoje vamos refletir sobre um período muito importante da vida do povo hebreu. O tempo em que a liderança do povo era exercida por homens que se chamavam Juízes.

Moisés reuniu e organizou o povo e partiu em busca da terra prometida. A longa caminhada pelo deserto foi uma escola para o povo. Todos aprenderam a renúncia, a viver a esperança e manter viva a fé em Javé. Muitos se assustaram com a escuridão da noite, com o mar, o deserto e quiseram voltar. Os que cresceram na fé e na organização da vida comunitária foram capazes de vencer a fome, o desânimo, o cansaço e, por fim, chegaram a terra prometida.

Com a morte de Moisés, Josué assumiu a liderança do povo hebreu, conquistando a terra prometida. O projeto de vida comunitária, de justiça social, foi idealizado de 1250 a 1210 a.C. e tornado realidade de 1210 a 1030 a.C. Aí teve início a Monarquia (Dt 34,11).

O que a Bíblia nos conta

Durante mais ou menos 200 anos o povo viveu a justiça social, e a fraternidade. Era um modo de vida de acordo com o projeto de Deus.

Não foi fácil essa fase. Houve alguns problemas políticos, com constantes invasões das terras pelos filisteus, cananeus e outros povos vizinhos. Houve, também, problemas sociais, com falta de unidade entre as 12 tribos. O problema mais grave era o religioso, pois o povo teimava em abandonar o Deus verdadeiro para adorar os deuses dos cananeus. O sistema político era baseado na divisão em tribos e o governo era exercido por Juízes. Os Juízes eram líderes da comunidade. Faziam a justiça: julgavam e decidiam nas questões difíceis. O único rei do povo era Javé, e os Juízes eram considerados seus representantes, com a missão de conduzir o povo a ele.

Os Juízes e suas atividades
Juízes maiores: Otoniel, Aod, Barac (Débora), Gedeão, Jefté e Sansão.

Menores: Samgar, Tola, Jali, Abesã, Elon e Abdon.

Atividades: Débora: Profetisa carismática e corajosa, que liderou e libertou o povo, fiel ao chamado de Deus. Ver Juízes 4 e 5.

Gedeão: Influenciado pelos cananeus, o povo adorava os deuses dos cananeus. Deus chamou Gedeão, um valente guerreiro, para libertar o povo dessa idolatria. Após sua vitória, o povo quis fazer dele seu rei, mas ele não aceitou. Ver Juízes 6 e 8.

Sansão: Escolhido por Deus, Sanção foi um herói do seu povo. Cheio de força e astúcia, defendeu o povo contra os filisteus. Ver Juízes 13 a 16.

Samuel: Surge em uma época em que o povo se afundava cada vez mais na idolatria. Assume a sua vocação, atendendo ao chamado de Javé. Homem de caráter admirável e de coração aberto. O povo pediu a ele um rei. Depois de resistir muito, ele atende e unge Saul como primeiro rei de Israel. Depois de Samuel, é a Monarquia que passa a governar o povo de Deus. Ver I Samuel.

Juízes
Ler Juízes 2, 16-23

Vamos ligar a Bíblia com a nossa vida

  1. A Bíblia nos relatou como os Juízes agiram na defesa e promoção de seu povo. Como agem em nossos dias os nossos Juízes? Que tipo de justiça temos hoje?
  2. Daquele tempo, a Bíblia nos mostra a atuação da mulher na vida do povo de deus. E hoje, como está a atuação dela, na Igreja? Como a mulher atua na sociedade?

 

Fonte: A Bíblia nas Mãos do Povo – Encontros para os Grupos – Antigo Testamento Lourenço Gauci. AM Edições. São Paulo 1994. Páginas 42, 43 e 44.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *